Skip to content

The Boy / Fevereiro 2009: todo Roni Mazon [fotos]

Já perdi a conta de quantas vezes eu disse aqui – e mesmo fora daqui – de como adoro um moreno de olhos castanhos ou escuros. Não que eu não curta morenos de olhos claros ou loirões, eu caio de amores por eles – basta lembrar dos modelos loiros do The Boy por quem eu sou simplesmente tarado (oi, Matheus Verdelho!), ou pensar, vejamos, naquele loiro belzebu que é Paul Walker. Mas é que esses morenos aos quais me refiro fecham direitinho no meu ideal, por assim dizer. Não à toa, por exemplo, tenho uma sina obssessiva por Ben Affleck, Matthew Fox e Ryan Reynolds – imagino que alguém aí deve estar gritando que Ryan é loiro, mas pra mim ele sempre pareceu moreno e além do que eu tenho mesmo uma certa deficiência em discernir alguns tons. De qualquer modo Ryan Reynolds é moreno pra mim e não tem conversa (risos). Mas pra quê eu disse isso tudo, ora porra? Ah, é só pra explicar que Roni Mazon, modelo deste mês de fevereiro no The Boy, definitivamente não é meu tipo de moreno (ei…ele é moreno, né?).
Corpo definido, malhado, gostoso temos ao borbotões no The Boy e chega a ser brincadeira hoje em dia encontrar esses corpos desfilandinho aí pelas ruas das cidades do nosso Brasil varonil. Roni tem esse corpão, isso é bem nítido, porém os traços de seu rosto não me agradam – a boca e o nariz vistosos não convivem harmonicamente com seu rosto magro, algo triangular. Pra ajudar mais ainda a discrepância reinante em sua face, o corte de cabelo do rapaz tem aquele ranço anos 80 que fez a fama de John John (o Kennedy) – e não há tesão que resista à esse paradigma da breguice na década de 80 (me refiro ao corte de cabelo). Tivesse Roni Mazon, ou a produção do ensaio para o The Boy, dado mais atenção ao tino para a beleza contemporânea, que certamente eles devem ter, perceberiam em poucos segundos que esse cabelo não é um sinal de charme em nenhum ponto do ocidente, por mais remoto que o lugar seja.
E já que falamos em produção, devo dizer que o ensaio em si não foi ruim, variando bem nas locações e figurino escolhidos e com um uso bastante coerente de fotografia. Os únicos problemas ficam por conta do traje de fazendeiro. Primeiro, porque convenhamos que aquelas botas imensas não fazem mais do que esconder as pernas do modelo, e segundo que a calça mais alva de que as penas mais brancas da pomba da arca de Noé, combinada com a fotografia que faz vazar toda a luz da Via Láctea deixa qualquer um mais cego do que se tivesse visto essa luz, que só pode ser Jesus – com a licença de Roberto Carlos. Pontinho negativo também para a insistência em economizar nas fotos de nu que venho notando em alguns dos últimos ensaios do site – já não basta ter diminuído consideravelmente o número total de fotografias ainda inventam essa modinha de ficar regulando fotografar o modelo sem roupa? Vamos parar já com essa palhaçada de fazer doce com a nudez dos rapagões porque até a igreja católica está tirando proveito da beleza de seus párocos (não, safadinhos, os padres não ficam nus), e olha que isso não é de hoje não, viu?
Deu pra perceber que pra mim foi bola fora, não é? Mas quero saber mesmo quanta gente concorda e discorda de mim, e como sempre espero que vocês o digam no campo de comentários.

Clique neste link para conferir o ensaio.

9 Comments

  1. Caio Caio

    assino embaixo querido!
    não consegui fazer nenhuma “homenagem” (se é que me entende!) a esse roni!
    mas enfim… pegaria numa festa, claro

  2. pmmm pmmm

    O pior ensaio do The Boy!
    Fracasso total. Sensualidade zero!
    Que coisa sem sal… pensei que nunca fosse dizer isso, mas os ensaios do The Boy estão piores que os do Paparazzo!
    Que horror!

  3. filipe filipe

    ele tem um corpão, mas fiquei com a impressão de que a cabeça dele é desproporcionalmente grande.

  4. onde está a produção bacana do the boy, que conseguia extrair fotos bonitas de modelos não tão bonitos assim?

  5. pijk pijk

    o pior ensaio que ja vi no the boy!!!
    tanto homem lindo dando sopa por ai…
    pra mim ele é mais do que normalzinho, gostoso sim, mas totalmente sem bunda e a perna muito fina.
    ai gente, nota 2!

  6. Maxell Maxell

    Glacial, asséptico, que mais? Tesão zero, despreocupação total com a sensualidade. A vala comum do saradinho de púbis aparado chama e bate palma para mais uma conquista!

  7. ale ale

    enfim….só confirmando os comments acima.
    A produção até ajuda, mas quando o modelo é totalmente leigo e sem sensualidade nenhuma não adianta. Nota 0.
    Mas tb lembrando q essa produção “cagou” o ensaio (no termo mais popular).
    O modelo nao gosto nada de diversão…e a fotografia dele mais parece de marinheiro de primeira viagem. Podem reparar todas as fotos com a mesma expessao. E o sorriso, meu deus, vi um, no maximo dois.
    resumindo ele ta na profissão errada.
    ale

  8. andré andré

    nossa..falar q tá pior q paparazzo é apelar tb né?
    esse ensaio foi normal..o modelo é maravilhoso, mas não tem personalidade nas fotos..
    o cabelo foi o melhor do ensaio.

  9. Lipe Lipe

    eu até que gostei desse ensaio, não foi um dos melhores, mas, dá um caldo.
    aproveitando queria pedir que você postasse se possivel o ensaio do The Boy do Roberto França achei ele lindo mas, não encontro o ensaio completo dele em ligar nenhum
    agradeço desde já…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *