Skip to content

Tag: curtas

“Jojo In The Stars”, de Marc Craste. [download: vídeo]

Jojo In The StarsEste curta metragem, ambientado em um mundo obscuro e sinistro, mostra Jojo, a trapezista que é a principal atração de um show de aberrações que toma lugar toda noite em um castelo soturno. Entre a imensa platéia, sedenta pelo desfile de bizarrices esta uma criatura que se faz presente apenas para admirar Jojo todas as noites. Talvez entendendo que a estrela do evento vive solitária e aprisionada, a criatura decide libertá-la, ao mesmo tempo que finalmente tenta aproximar-se de seu amor. No entanto, a paixão dos dois não passou despercebida pelo organizador da atração noturna e, assim, a fuga dos dois talvez tome rumos inesperados e drásticos.
Muito além da animação e estilo do curta, o que mais encanta é a trilha sonora, que lembra vagamente a de um dos meus curta-metragens preferidos dos últimos tempos, “Over Time”. Assista via este link do YouTube ou baixe através deste outro link.

Leave a Comment

Sony Bravia – “Threads” [Pyramids] (dir. Keith Rose). [download: vídeo]

Sony Bravia - ThreadsLembram da peça publicitária, a terceira e tão aguardada, que a Sony fez para promover a sua linha de TVs LCD, Bravia? Pois então, pouco depois de seu lançamento, este cara revelou a incrível semelhança entre o comercial e este seu desenho – e, de fato, impossível que tenha sido apenas coincidência. O fato é que desde então a Sony, ou melhor, a agência publicitária contratada pela empresa, vem sendo acusada de plágio nos blogs coletivos, fórums e portais dedicados ao mundo dos vídeos. Talvez para tentar diminuir a polêmica, a Sony lançou, na surdina, um outro vídeo para a linha de TVs, que guarda algumas semelhanças com o primeiro e mais famoso comercial. Neste aqui, uma infinidade de carretéis de linha de diversas cores e tonalidades são arremessados por sobre uma das pirâmides do Egito, recobrindo uma de suas laterais como um gigantesco manto colorido. É uma peça linda, muitíssimo bem feita e bem bolada, mas como o pessoal na internet ficou meio decepcionado com o possível plágio, algumas pessoas já confessaram uma certe dúvida se neste vídeo, diferentemente do que ocorreu com os outros, não há algum tipo de animação digital – é, vai ser difícil recuperar a confiança…! Assista o video neste link do YouTube ou baixe ele via este link – na minha opinião vale mais a pena baixar porque a versão do YouTube está com a qualidade de imagem um tanto ruim.

Leave a Comment

“Desserts”, de Jeff Stark. [download: vídeo]

DessertsNeste curta-metragem de 1998, o ator Ewan McGregor surge em uma praia, caminhando à distância, em direção ao primeiro plano quando, de repente, estaca no meio do caminho. Curiosamente, o que ele encontra é um doce apetitoso, uma bomba, aparentemente de chocolate, cuidadosamente acomodada sobre o chão. Sozinho naquela imensidão, quem resistiria em dar uma bocada no jubiloso quitute? Pois é, mas como diz o ditado: a curiosidade matou o gato – se bem que, no caso desse curta-metragem, podia sar a gula.
Ah, não me culpe se achar o vídeo um tanto violento a certa hora, ok? Que sirva como aviso.
Assista ao vídeo neste link do YouTube ou baixe o arquivo neste outro link.

1 Comment

“The End”, de Maxime Leduc e Martin Ruyant. [download: vídeo]

The EndEm mais um curta-metragem fenomenal de alunos da Supinfocom, a universidade francesa de animação digital, um espantalho que não espanta é julgado pelos seus iguais por sua amizade com um pássaro e, sendo considerado culpado, é jogado em uma cela para aguardar sua execução. Esplêndida fábula, com animação soberba e um argumento que chega a enganar o espectador apenas para, com ainda maior beleza, reafirmar que a amizade move o mundo. Assista neste link do YouTube ou baixe neste outro link.

Leave a Comment

Sony Bravia – “Play-Doh” [Bunnies] (dir. Frank Budgen & Darren Walsh). [download: vídeo + mp3]

Sony Bravia - Play-DohE finalmente é lançado, com direito a “teaser trailers” e data de estréia, o terceiro volume das sempre inventivas e surpreendentes peças publicitárias da mega-corporação Sony para a sua linha de Tvs LCD Bravia. Depois de causar uma avalanche de bolinhas coloridas ladeira abaixo na cidade de San Francisco e borrar um condomínio de edifícios inteiro da escocesa Glasgow com colossais jorros de tinta, a produtora Passion Pictures decidiu usar New York como cenário e coelhinhos de massinha de modelar como protagonistas. Filmados em stop-motion no meio de uma praça da cidade, esses bichinhos fofos de todas as cores possíveis surgem de canaletas e esgotos, atravessam o trânsito furioso e invadem uma praça, transformando-se em uma enorme onda que, ao quebrar-se no asfalto vira blocos de gelo de onde vemos surgir o dorso de uma baleia, como se a superfície de concreto do chão fosse a do mar. Mas a super-produção não termina por aí, pois logo a cauda da baleia, levantada do concreto-mar, transforma-se em um coelho gigante que, finalmente, derrete-se em blocos multicoloridos por toda a praça – tudo ao som de “She’s a Rainbow”, do Rolling Stones – baby, esse é pra lá de imperdível. Assista o vídeo neste link do YouTube ou baixe-o no formato .FLV usando este link. E se você gostou da canção do Rolling Stones que serve de trilha para o curta, baixe-a utilizando o link a seguir.

The Rolling Stones – “She’s A Rainbow”:
http://www.badongo.com/file/4608971

Leave a Comment

Coca-Cola – “Rapt Soda” (dir. Alexandre Ada e Cédric Jeanne). [download: vídeo]

Coca-Cola - Rapt SodaSíndrome de Ratatouille: neste curta-metragem francês, que serve de campanha publicitária para a Coca-Cola, um ratinho se mostra capaz de um tudo para obter uma apetitosa latinha do refrigerante, mantido dentro da geladeira da casa onde, digamos, está “hospedado”. O esforço inclui um impagável disfarce de beringela para poder entrar sorrateiramente no eletro e raptar a latinha. Mas ele descobre logo que não foi o único a ter essa idéia genial….
Baixe logo esse comercial divertido e esqueça o furo inevitável do argumento – como ele saiu da geladeira? -, afinal, trata-se de uma peça publicitária que não tem outra pretensão além de ser simples e simpática. Neste link via YouTube ou download direto neste outro link.

Leave a Comment

“Off The Shelf”, de Brandon McCormick. [download: vídeo + mp3]

Off The Shelf“Neste curta-metragem, uma flor vermelha em seu vasinho simples fica entediada com sua vidinha na bancada cozinha e chega a conclusão de que aquilo não é vida para ela, partindo para uma viagem um tanto perigosa para conhecer o mundo que se estende ali fora, bem a frente da janela que tanto admira. Sonorizado por uma canção doce, que também serve de voz aos sentimentos do personagem principal, o curta de Brandon McCormick encanta pela delicadeza com que a saga da pequena flor é retratada, com extrema simplificidade e sem artifícios que lhe retirariam a naturalidade de seu conceito.
Assista esse belo trabalho via este link do YouTube, faça download dele neste outro link e, se gostar da música tanto quanto eu gostei, use o endereço abaixo para façar download dela.

Wright Brothers – “Off The Shelf” [mp3]:
http://www.gigasize.com/get.php/3195583222/Wright_Brothers_-_Off_The_Shelf.mp3

Leave a Comment

“How To Cope With Death”, de Ignacio Ferreras. [download: vídeo]

How to Cope With DeathNeste curta-metragem bem-humorado de três minutos dirigido por Ignacio Ferreras, o arauto da morte chega à residência de uma senhora, que encontra-se esparramada e adormecida em sua cadeira de balanço, para carregar a sua alma para o descanso eterno. Espreitando de modo maléfico a sua próxima vítima, a morte prepara-se para o seu ato final como uma baleia que brinca com sua presa, jogando ao ar diversas vezes antes de devorá-la. Mas, coitada, a “dona morte” não tem a mais remota do que lhe aguarda – ela nunca deve ter se deparado com uma velhinha destas que é, com o perdão do termo, “do caralho”. Assista o vídeo neste link do YouTube ou baixe utilizando este outro link.

Leave a Comment

“Twit-Twit”, de Fabien Dumas, Benoit Guillou, Jerome Houlier, Cecile Jestin e Baptiste Lemonnier. [download: vídeo]

Twit-TwitUm robô tocador de banjo do velho-oeste viaja por trilhos de trem com o seu pequeno vagão quando se depara com, ora vejam, um pedágio. Duro como qualquer pessoa que vive da arte, ele não tem muitos trocados para passar pela chancela e seguir em frente. Logo, no entanto, ele vai mostrar que o mundo sempre foi dos espertos e aproveitadores – mesmo no velho oeste, e mesmo que nesse velho-oeste exista robôs. Assista este simpático curta de animação neste link do YouTube ou baixe o vídeo utilizando este outro link.

Leave a Comment

“Dim”, de Marek Skrobecki. [download: vídeo]

DimÉ da Polônia que vem este curta-metragem de temática existencialista do diretor Marek Skrobecki. A primeira coisa que chama a atenção é o fato de que os protagonistas do vídeo, apesar de sua enorme semelhança com humanos, são na verdade fantoches em proporções humanas reais – algo que deve exigir muito na composição das sequências quadro-a-quadro. O argumento do filme, bem como a trilha sonora, tem aquele caráter inconfundível de tristeza e emoção que os poloneses costumam saber explorar tão bem: um casal, imerso em uma vida anestésica que é feita apenas da repetição interminável de afazeres monótonos, só consegue encontrar sentido em suas vidas na visita diária que recebe através da janela de seu apartamento humilde – mas a eternidade não existe e a constância sempre encontra um fim.
Assista o curta via YouTube, neste link, ou baixe o vídeo utilizando este outro link.

Leave a Comment