Skip to content

Tag: homens

The Boy / Julho 2005: todo Rafael Branciforti [fotos]

Já me chamaram a atenção para colocar mais álbums de fotos masculinas no blog. É, com certeza isso tem saído um pouco do meu foco, mas foi devido ao sucesso do seteventos.org em todos os seus outros aspectos – nas resenhas sobre filmes e música, nos downloads de mp3 e vídeo. Vou procurar atender os pedidos do visitantes, que sugerem ensaios, tanto quanto possível. Por agora, vou corrigir uma falha minha: Rafael Branciforti. Quando foi lançado o ensaio do modelo no The Boy, há praticamente um ano atrás, o seteventos ainda não existia e, mesmo se existisse, acho que não teria o colocado prontamente, uma vez que ele não me conquistou de pronto. Depois de meses de ensaios um pouco decepcionantes, voltei a olhar para traz e admirar a beleza bem nacional deste rapaz. Rafael tem um rosto de traços tipicamente brasileiros, porém também traços perfeitos – a boca e o queixo do mancebo são um convite à beijos e mordidas desmedidas -, emoldurados por um olhar dulcíssimo – jesus, como não se apaixonar pelo seu olhar sério e reflexivo – ainda mais ressaltado pela tom moreníssimo da pele do rapaz – absolutamente homogêneo, a não ser, claro, pela tentadora marca de de sol que a sunga deixou. O corpo esta na medida certa, com pelos suaves e uma musculatura atlética sutil. Na sessão fechada de fotos, modelo e fotógrafo (Cristiano Madureira) ousaram bastante na sequência de fotos em que Rafael usa uma justíssima sunga branca – repare no que ela guarda [suspiro!], por vezes refletido no vidro da porta – e atingiram um misto de graça e sensualidade quase ideal nas poses de Rafael tiradas em um sofá puído. Como pude ter sido tão idiota de não ter gostado tanto deste ensaio à época? Entenda a estupefação com minha própria estupidez ao conferir o álbum de Rafael.

Clique neste link para conferir o ensaio.

5 Comments

The Boy / Junho 2006: Rafael Lazzini [fotos]

E ganhamos mais um The Boy insosso para a lista, que já se apresenta grande, de modelos que posaram para o site. Rafael Lazzini é, a meu ver, daqueles homens bonitos que servem exatamente para o que se propõem: ser modelos. O site de ensaios do Terra está, nos últimos meses, insistindo com frequência no tipo fashion que é bonito mas não convence, em detrimento de um homem com a beleza viril que realmente desperta a libido – o olhar doce e distante, o corpo excessivamente torneado, o cabelo visivelmente trabalhado, tudo nos leva a admirar sua beleza sem qualquer ímpeto de desejo – ao menos isso é o que eu sinto. Não estou com isso dizendo que ele não seja bonito, apenas dizendo que seu beleza é sexualmente inofensiva. Para mim, malícia é um ingrediente necessário para a concretização do apelo sexual. As fotos são de Cristiano Madureira.

Clique neste link para conferir o ensaio.

7 Comments

The Boy / Maio 2006: todo Igor Rosa [fotos]

Estou com medo, muito medo. E se a Polícia Federal, ou quem quer que seja responsável por isso, descobre o ensaio deste mês do The Boy? O site vai ser fechado na hora por exploração de menores. Porque, pessoas, convenhamos: por onde andaram, neste mês de Maio, os responsáveis pela escolha de modelos do The Boy para selecionar o Igor Rosa? Uma creche? O rapaz, apesar dos 25 anos, tem cara de mocinho indefeso – daqueles que parecem estar meio melancólicos o tempo todo. Eu, reclamando? Imagine! Nada contra a juventude, desde que esteja acima da idade legal. Esse efebo, que atende pelo nome de Igor, tem lá seu defeitinho – aquele bocão gelatina Royal de ser -, mas de resto, até que fomos bem servidos este mês. O corpo, bem atlético e malhado é, ao mesmo tempo, bem enxuto – típico em garotinhos! – e com suaves pêlos negros no peitoral, no abdômen e no….é, ali, justamente onde você está pensando. Por sinal, é bem neste recanto íntimo que o rapaz tem uma verdadeira floresta de pêlos……ah! A beleza natural de um homem, não? O ensaio fechado está bastante inspirador: seja na praia, trajando-se de menino do rio, com direito a bermudão e moleton de capuz, ou de cuequinha cinza, com as pernas abertas – o que me lembra Vinícius Postiglione, e me faz pensar que este fotógrafo sortudo do Terra está começando a se divertir nestas fotos… -, ou ainda completamente sem roupa, num banho bem à vontade, o rapaz está bem aproveitável. Todos gostam de um homem com cara de senhor de si, mas todo mundo sabe muito bem reconhecer as belezas e prazeres de um belo lolito. Só recomendo conferir se ele está carregando a identidade, antes de pular em cima do coitado, se não corre-se o risco de ser preso. Enfim, divirtam-se com o ensaio que saiu das lentes do onipresente fotógrafo Cristiano Madureira.

Clique neste link para conferir o ensaio.

6 Comments

The Boy / Abril 2002: todo Juliano Zanata [fotos]

Não são poucos os modelos que não tem um rosto exatamente harmônico que já posaram para o The Boy. O gaúcho Juliano Zanata, apresentado em 2002, é um destes casos. No entanto, entres os modelos com “carão”, Juliano é o que mais me agradou – se não estou esquecendo nenhum agora. Isso porque o nariz excessivo e a boca exagerada são adornados por um corpo de sensualidade bastante juvenil – ele tinha 22 anos na época. É justamente nas fotos preto e branco em que o modelo exibe o corpão talhado que ele está mais atraente – não porque esteja semi-nu, mas porque é nestas fotos que sua beleza foi mais calculada e polida pelo fotógrafo. Observe bem a foto em que ele se exibe meio deitado, com as pernas grossas e cabeludas – jesus… – e peito e abdômen sem exageros naturalmente à mostra e diga se não concorda. Não está na minha lista dos melhores mas, devido à algumas fotos muito bem planejadas, é lembrado por mim com carinho – para usar um termo mais ameno. Aproveite o álbum do gauchão.

Clique neste link para conferir o ensaio.

2 Comments

Paparazzo: todo Rafael Calomeni [fotos]

O moço, que estreou na TV em uma novela de Manoel Carlos, faz o tipo “galã maduro”. No entanto, ele é um pouco mais bonito do que os homens que assumem este papel na televisão brasileira. Isso é perfeitamente compreensível, uma vez que o rapaz é muito mais um modelo – sua profissão por excelência – do que um ator de fato. Um rosto lindo, sorriso absolutamente encantador, olhar de homem experiente, corpo natural: Rafael faz mesma a linha cama, mesa e banho. Porém, para não abandonar o hábito de ser o chato exigente de plantão, não está entre meus preferidos. Ele consegue sim ter mais apelo sexual do que Reinaldo Gianecchini, por exemplo – que é lindo, mas tem uma beleza por demais fria -, mas não consegue me fascinar no nível adequado. Está ausente um apelo mais imediato, uma beleza mais misteriosa. Pode também ser simplesmente falta de carisma do modelão. Ou talvez eu esteja mesmo, como disse meu amigo do estreante Monostrematas.blogspot.com, um pouco obsessivo pelo Matthew Fox. Mas quem tem um Foxy como muso não consegue resumir-se à qualquer galã mesmo. Atendendo à pedidos, está disponível agora o álbum com as fotos de Rafael Calomeni para o Paparazzo.

Clique neste link para conferir o ensaio.

Leave a Comment

The Boy / Abril 2006: todo Ricardo Facchini [fotos]

Eu merecia, no meu mês, um presente do The Boy mais condizente com o meu gosto. Minha problemática com os loiros até que já está sendo razoavelmente superada, mas a minha implicância com o tamanho excessivo das madeixas, isso não. Eu me recuso. Esses cabelos longos, como já devo ter dito antes, tiram todo o interesse da masculinidade. Atrapalha e muito, para mim, a beleza de um homem. Imagine só o meu muso Matthew Fox, cabeludo. Aliás, nem é preciso imaginar, basta lembrar: nas primeiras temporadas de “Party of Five” ele teve essa idéia infeliz. Para alegria dos fãs, ele logo tosou aquela cabeleira medonha. Lembrou como ele era? Agora compare com sua versão atual, ou mesmo com a versão dele em “Party of five” depois do corte….irresistível, não? Pois então, é isso que eu quero dizer.
O ensaio do modelo Ricardo Facchini está bonito e as fotos do ensaio restrito estão cativantes. Ai, mas o cabelo…Além disso, me parece que o fotógrafo (Cristiano Madureira) e o modelo quiseram fazer algo assim, “Mamãe, sou o Sawyer” – para falar novamente em algo relacionado à “Lost”. E ele está realmente com todo o jeito de Sawyer, só que bem menos interessante que Josh Holloway, que me apetece, apesar da – claro – cabeleira. E como vocês podem ver pelo título do post, eu não coloquei as fotos no meu álbum do Opera. É muito simples; eu não gostei, então lá não fica. Eu tenho que começar a ser mais seletivo, umas vez que já ocupei mais da metade do espaço à que tenho direito. Porém, eu não lhes deixaria abandonados, não neste mês em que me faltam apenas 2 anos para chegar aos 30 – sem alegria: envelhecer não é divertido. Sendo assim, decidi disponibilizar todas as fotos, o ensaio aberto com wallpapers e pôsteres e o ensaio fechado.

Clique neste link para conferir o ensaio.

18 Comments

The Boy / Março 2006: todo Fernando Casarin [fotos]

Fernando Casarin é o modelo de Março de 2006 do The Boy. O rapaz possui algo de tempero latino na sua beleza jovial. Porém, não se trata daquela beleza latina já tão estereotipada, mas daquela que suscita a origem européia da latinidade presente na América: os traços do rapaz tem o que conheço de melhor em italianos e espanhóis, por exemplo. E quem resiste à essa latinidade tão inclassificável e, por isso mesmo, tão brasileira? Coroando as feições do mancebo ainda temos a sua juventude, sua pele de uma morenice cativante, seu sorriso maroto. O olhar de Fernando é um caso que merece ser discutido à parte: seu olhar terno ganha diferentes feições nas fotos em que o garoto usa óculos. Ali ele apresenta ainda mais atrativos, perfazendo ares mais sérios, contemplativos, dirigindo um olhar mais inquisitivo, perscrutador: a impressão que se tem do olhar dele nesta sessão de fotos é que ele te “come com os olhos” (ai, Jesus!). E é nas fotos do ensaio fechado – ousadas como sempre, para nosso prazer – que se nota outra característica de Fernando: há ou não há algo de Malvino Salvador neste menino? Se um Malvino já é bom, imagine outro…Aproveite o álbum aberto e o álbum fechado deste moreno maroto. Confira abaixo o inspirado trabalho do fotógrafo Cristiano Madureira com Fernando Casarin.

Clique neste link para conferir o ensaio.

2 Comments

Paparazzo: todo Alexandre Slaviero [fotos]

Pode parecer surpresa para alguns, mas este rapaz deste ensaio do Paparazzo não me apetece tanto. Ou pode nem ser supresa para ninguém, já que todos sabem que sou um chato mesmo. Alexandre Slaviero é moreno, gostosinho, um rostinho atraente, tem pelos suaves distribuidos pelo corpo e peito e abdômen lindos de lamber. No entanto, algo nele me causa alguma distância – o rosto dele nas fotos de sunga vermelha na piscina, por exemplo, está muito estranho, exótico por demais. Porém, suspeito que grande parte de minha rejeição seja pelo fato do ator participar da insuportável e onipresentemente televisiva novela Malhação, interpretando mais um daqueles adolescentes que só existem para irritar o resto da humanidade que possui um mínimo de sensibilidade e sensatez. Quem sabe o garoto cresça e mostre querer mais da vida do que simplesmente afundar na areia movediça do estigma da novela “teen” – deus me livre usar esse termo no meu blog novamente. É esperar para o amadurecimento do menino. Enquanto isso, dá para se sujeitar á algumas maldades com ele assim mesmo – afinal de contas, eu disse que há certas coisas na beleza efebo-lolística-menudística dele que me causa distância, mas não repulsa. Como diria Caetano Veloso em “Fora da ordem”: “eu sei o que é bom”. Atendendo à pedidos, veja já o álbum do rapaz.

Clique neste link para conferir o ensaio.

2 Comments

Álbum: Matthew Fox [fotos]

Morenos me fascinam. Já aprendi a gostar um pouco mais de loiros, mas os morenos continuam sendo aqueles que levam a minha imaginação e sanidade para fora da Via-Láctea. Atualmente, Matthew Fox ocupa a posição número 1 de minha lista de genuínos musos – desbancando para o segundo lugar Ben Affleck, que figurou por tanto tempo neste lugar. Ele faz por merecer, como já foi comentado aqui num dos primeiros posts do blog. Ele chega a ser unanimidade até entre heterossexuais, que não se negam a chama-lo de “Foxy”, o que seria um termo em inglês que designa um homem extremamente sexy e atraente. E, não se deve deixar de comentar que ele consegue fazer isso estando à porta dos 40 anos.
Depois de tanto tempo afastado, seu retorno na série “Lost” foi triunfal, e os fãs, que até então se viam abandonados, estão tendo a oportunidade de estacar em frente à TV e admirar a beleza de Matthew. E não apenas a beleza dele fascina: em qualquer episódio da série que se assista é possível conferir a excelente performance do ator como o médico Jack, provando que não se trata apenas de uma carinha bonita, mas de uma raríssima união de beleza e conteúdo.
Com um corte curtísismo de cabelo, boa quantiade de fios brancos à mostra, barba por fazer e quase nunca aparecendo sem camisa, Matthew Fox ensandeceu velhos e novos fãs em uma versão bem mais curtida de si, bem diferente do Charlie Salinger do seriado dos anos 90 “Party of Five”. É, na minha opinião, o ator quarentão com a beleza mais fulminante entre todos.
Porém, não pense que este é um homem de beleza simples. Apesar de ser estonteantemente lindo, não há sequer um pingo de vulgaridade no corpo deste moreno fabuloso, sonho divino de consumo de qualquer mortal. Explico: Matthew, mesmo sendo belo e sexualmente atraente, jamais figura ou figurou de maneira vulgar. Seu perfil é de um homem com malícia, masculinidade, sex appeal, beleza, tesão, maturidade, mas todas subjugadas por uma intensa aura de charme e elegância que, mesmo quando o ator se apresenta em uma sequência mais quente, nunca deixa cair o nível. Então, como não se perder em devaneios de luxúria e amor, diante da possibilidade aterradora e fascinante de ficar completamente abandonado em uma ilha remota no meio do oceano, acompanhado de Matthew? Pois, depois de ter um homem destes, como bem ilustram os versos de “Cantada” de Adriana Calcanhotto, nada mais tem tanta importância assim. Delire com o álbum de fotos do morenão oceânico clicando aqui.

Clique neste link para conferir o álbum.

Leave a Comment

The Boy / Fevereiro 2006: todo Guilherme Duprat [fotos]

Esse foi o modelo do The Boy que mais me decepcionou no últimos tempos. Cheguei mesmo a pensar em não colocá-lo no seteventos.org, mas divulgá-lo e passar suas fotos para os blogs que tem interesse nisso, o do Cisoto, por exemplo. No entanto, ele não chega a ser feio e tem um certo charme. E, claro, a exclusividade tola de distribuir o ensaio restrito em primeira mão sempre conta. É daqueles poucos morenos que não conseguem me atiçar da forma adequada e, apesar de não saber exatamente o que não me agrada nele, algo me diz que o rosto dele tem uma beleza delicada demais. Em outras palavras: há algo definitivamente “gay” nele. É bonito, tem uma beleza atlética gostosa, mas falta um belo “vem cá meu puto”. Na falta de opção, eu até atacaria. Talvez. E agora é que me atina a semelhança e a diferença, ao mesmo tempo, de outro modelo recente do The Boy: este Guilherme Duprat é uma versão piorada de Vinícius Postiglione – leia-se, com menos da metade de tudo o que é bonito e gostoso em Vinícius. Concordam comigo? Vamos, é para isso que existe um belo sistema de comentários nesse blog! Quero ver todo mundo que entra aqui colocando sua opinião, seja para concordar ou discordar da minha análise!
Como sempre tem aqueles que adoram esse tipo exótico/delicado, então disponibilizei o álbum aberto e o álbum fechado.

Clique neste link para conferir o ensaio.

7 Comments